Contos Eróticos: Livros de Putaria com o conto Leitura Viva

Flagra Amador

Contos Eróticos: Livros de Putaria com o conto Leitura Viva

Livros de putaria são famosos principalmente por aquecer os desejos de muitas pessoas. O Nando Santos nos enviou um conto envolvendo esses tais livros de putaria e uma mulher sedenta por prazer! Dá uma lida:

Na nossa sugestão para acompanhar essa história, vamos deixar como dica o filme Ninfeta e o Hitachi com Gween Black

Livros de Putaria com o conto Leitura Ativa

Leitura Viva

Era noite, as estrelas já envolviam a lua, as casas já começavam a fechar seus olhos.
Uma em especial ainda permanecia acordada.

Adriana amava ler, seu tempo era preenchido por jardins de palavras, curvas acentuadas e muita sensualidade.
Estava lendo o livro “Intensidades – Qual o limite da Loucura?”.
Surpresa a cada página lida, imaginava-se nas cenas tentando mudar alguns acontecimentos.
O sono a tomou, levemente, foi deitando seu rosto sobre as páginas que lia e adormeceu.

Entrou pelo portão dos sonhos e viu diante de si a personagem Carla do livro.
Correu ao seu encontro a fim de dialogar e de saber um pouco mais a seu respeito, frustrou-se, pois, por mais que gritasse, sua voz não era ouvida.
Fez a mesma tentativa com Rafael, Laura e Anderson quando os viu, novamente fracassou.
Coube-lhe apenas os seguir para observar cada passo que percorriam. Viu os casais se formando no Família Gaúcha, um barzinho que ficava na Vila Ema, próximo a um supermercado. Depois foi com eles até o sítio da família Bitencourt em São Francisco Xavier.

O olhar dela em Anderson que fitava com desejo Carla, fez com que seu corpo começasse a esquentar. Ele tirava as roupas dela jogando-as no chão, despindo cada parte para vestir todas elas com seu corpo.
Adriana passou a sentir em seu ser os toques dele, era como se ela estivesse vivendo aquela loucura a três. O ápice daquele acontecimento se deu em poucos minutos. Viu ele abrindo as pernas de Carla, passando a língua em seus lábios vaginais, penetrando-a com sua intensidade, e em seguida, a carregando no colo e fazendo com que sua ação tocasse as notas mais intimas daquela mulher intensa.

Não resistiu, começou a abrir sua camisa, tocar seus seios deslizando seus dedos por cada deles. Quanto mais os dois faziam, mas ela se tocava, sentindo o prazer e gemendo loucamente até chegar ao orgasmo. Respirando fundo, olhou no espelho que estava à sua frente e viu-se nua no corpo e na alma. Pouco a pouco a imagem daquele casal que fizera amor freneticamente foi desaparecendo, sem entender e tentando forçar a vista para continuar a vê-los, gritou: Não! Voltem aqui! Seu chamado desapareceu antes mesmo de os alcançar.
Os personagens haviam voltado para as páginas do livro e ela para sua realidade. Era 4h da manhã, o silêncio ainda passeava pelas ruas sozinho, cumprindo seu turno de trabalho. Adriana levantou-se e foi ao banheiro, estava molhada, com o corpo dolorido, sentindo os efeitos daquela transa nos sonhos a três.

Enquanto a água tocava sua pele, ela tocava-se novamente para sentir tudo outra vez.

Chegou ao orgasmo, sorriu, e exclamou: Como adoro ler livros!

Autor: Nando Santos

Conheça nossos outros contos eroticos.

3 comentários

Adicione seu comentário

Vídeos de Flagra Amador

empregada gostosa flagra amador
1 ano atrás112560 0
40tona Fodendo com o Coel...
bunda arreganhada
2 anos atrás9632 0
Bruna arreganhada
monica chupa banana
2 anos atrás9528 0
Com a banana no bundão